domingo, 19 de agosto de 2012

Qual o Sentido?

Você jamais irá entender o sentido do amor se não tiver um relacionamento estreito com a pessoa amada. Assim é com Jesus. Certas coisas só são entendidas pelos "membros da família". Por mais que os de fora queiram entendê-las, não conseguem.

Se você afirma que crê em Jesus, é importante entender que fé é essa que você tem: em um Jesus histórico (no sentido de acreditar que ele existiu), em um Jesus talismã (que pode ajudá-lo em suas necessidades) ou em um Jesus substituto (que tomou o lugar que você merecia no julgamento de Deus)?

Se crê apenas em um Jesus histórico, você o coloca no mesmo nível de outras personalidades da história e fica nisso. Se crê em um Jesus talismã, muito cedo irá ficar desapontado, pois tudo o que ele prometeu aos que os seguissem neste mundo seriam tribulações, e não facilidades. Mas se você crê no Jesus substituto, naquele que foi sacrificado em seu lugar para que você não seja julgado e condenado, então deve agora passar para o segundo nível que é saber o quanto confia que ele levou seus pecados na cruz. 

Se você acredita que precisará um dia passar por um juízo final, quando Deus irá decidir se você é ou não digno de merecer a salvação eterna, então não creu totalmente em Jesus como seu substituto. Eu pergunto: se alguém pagasse completamente uma dívida por você, quanto dessa dívida restaria para você pagar? ZERO!

Se você realmente crê que Jesus morreu em seu lugar e pagou por TODOS os seus pecados, não há mais um juízo final para você. Tudo já foi resolvido e agora cabe a você desfrutar da salvação eterna e da comunhão com aquele que lhe salvou.


(* Nota: Se você nem mesmo crê que Jesus tenha existido, ou tem várias dúvidas quanto à veracidade/confiabilidade do relato bíblico, dê uma olhada nesse link: https://dl.dropbox.com/u/1182888/apologetica.html) . E saiba que, mesmo que você não acredite, Ele ainda assim ama você.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares