quarta-feira, 29 de outubro de 2014

A Morte Voluntária

(Leitura: Mateus 27:45-54; João 19:28-37)

Vídeo:

Depois de ser humilhado e castigado na cruz pelos homens durante três horas, a terra é envolta em espessas trevas. Chega a hora de Jesus ser feito pecado por nós, receber sobre o seu corpo os pecados de todos os salvos por ele e sofrer o juízo de um Deus santo. Se nas três primeiras horas ele ficou entre os homens e Deus, absorvendo todo o ódio endereçado ao Criador, nas três horas de trevas ele fica entre Deus e os homens, absorvendo o juízo divino contra o pecado.

No final de sua agonia Jesus dá o mesmo brado descrito por Davi mil anos antes no Salmo 22: "Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste?" O evangelho de João revela as palavras que trazem consolo a todo pecador que esperava que Deus resolvesse a questão do pecado: "Está consumado!" Está pronto, está acabado, a obra já foi realizada, nada mais precisa ser feito. Então Jesus pende a cabeça e entrega o espírito.

Embora os homens sejam responsáveis por entregar o Filho de Deus à morte, ninguém matou Jesus. É importante você se lembrar de que Jesus é Deus e, ao adotar a forma humana, entrou neste mundo de uma forma ímpar, gerado pelo Espírito Santo e nascido de uma virgem. Apesar de assumir a forma humana, ele não herdou a natureza pecaminosa de Adão, portanto não tinha pecado, nunca pecou e jamais poderia pecar.*

Foi o pecado que trouxe a morte ao ser humano. Como Jesus não tinha pecado, não estava sujeito à morte. Esqueça os artigos, livros e documentários que tentam explicar a morte de Jesus do ponto de vista médico. Ele não morreu como consequência da crucificação, ele simplesmente deu sua vida. Ele decidiu morrer e morreu, algo que nenhum de nós é capaz de fazer com as mãos e os pés atados.

No capítulo 10 do evangelho de João ele prometeu que daria a vida por suas ovelhas e também mostrou que morrer seria um ato voluntário. Ele tinha o poder de morrer e de voltar a viver. Jesus disse: "Por isso é que meu Pai me ama, porque eu dou a minha vida para retomá-la. Ninguém a tira de mim, mas eu a dou por minha espontânea vontade. Tenho poder para dá-la e para retomá-la. Esta ordem recebi de meu Pai".

No fim do dia os soldados quebram as pernas dos dois ladrões crucificados para acelerarem sua morte. O diafragma de alguém pendurado de braços abertos e sem apoio para de funcionar e a pessoa não consegue respirar. Quando chegam a Jesus, para quebrarem suas pernas, descobrem que ele está morto. Então o soldado enfia sua lança no lado de Jesus e sai sangue e água.

Durante séculos milhares de animais foram sacrificados para permitir que os sacerdotes de Israel entrassem na presença de Deus levando o sangue de uma vítima inocente. Agora o sangue do verdadeiro Cordeiro de Deus está disponível para purificar todo aquele que crê em Jesus, e torná-lo apto a entrar na presença de Deus sem ser consumido. "O sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado". Você crê nisso?

*Apesar de alguns acharem que Jesus poderia pecar, ele "não conheceu pecado" 2 Co 5:21, "não cometeu pecado" 2 Pe 2:20, "e nele não há pecado" 1 Jo 3:5. Para saber mais sobre este importante assunto, leia o artigo "Jesus não poderia pecar".

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Ouça com Atenção!

Você ouve com atenção quando alguém fala com você? Você deveria, especialmente se a pessoa está te contando algo que pode salvar sua vida.

Paul Nordin tinha apenas cinco anos de idade, mas ele ouviu atenciosamente os dois visitantes que falavam à turma de jardim de infância na escola. Era a Semana da Prevenção de Incêndios, e dois bombeiros da cidade estavam mostrando às crianças algumas das coisas mais perigosas que poderiam causar incêndio em suas casas. Eram coisas como fósforos, panos gordurosos, fios elétricos desencapados e latas de aerosol. Os bombeiros mostraram às crianças o que fazer se suas roupas pegassem fogo. Eles também explicaram como engatinhar bem próximo ao chão se estivessem em um aposento cheio de fumaça. Sim, Paul ouviu com atenção o que os dois bombeiros disseram naquele dia, e fez muito bem!
Não somos gratos por haver bombeiros, policiais e outros que nos ajudam e nos protegem? É bom quando eles nos explicam o que fazer quando estamos em perigo - especialmente quando há perigos perto da gente que não conhecemos.

É por isso que também deveríamos ser gratos pela Bíblia, a Palavra de Deus, estar disponível para a lermos. A maioria das pessoas têm pelo menos uma Bíblia em casa. Mas quantos a lêem? Se você não lê, então está em grande perigo, pois ela nos conta algo muito importante.

Deus nos conta na Bíblia que todos somos pecadores. Pelo fato de todos sermos pecadores, estamos todos em terrível perigo de ter que passar a eternidade no inferno por causa de nossos pecados.  Mas a Bíblia também nos diz que Deus nos ama e nos quer no Céu junto com Ele. Ela explica que o Filho de Deus, o Senhor Jesus Cristo, nos ama tanto que, voluntariamente, foi pregado na cruz do Calvário. Ele levou a punição pelos nossos pecados, bastando que O aceitemos como nosso Salvador.

Se qualquer um de nós ficasse preso em um edifício em chamas, diríamos a um bombeiro que viesse nos resgatar para "ir embora"? Não! Ficaríamos gratos que ele veio e faríamos exatamente o que ele pedisse para nos conduzir para fora em segurança. O Senhor Jesus disse: "Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." (João 14:6). Ele é o único "Caminho" que conduzirá ao lugar seguro.

Duas semanas após ouvir os dois bombeiros, Paul usou o que tinha aprendido. Após sair do ônibus escolar, enquanto andava até sua casa, ele viu fumaça saindo de lá. Correndo para dentro, tentou conter o fogo com um travesseiro, mas faíscas incendiaram suas calças. Então, ele largou o travesseiro e rapidamente tirou suas calças. Depois disso, ele imediatamente se pôs sobre seus braços e pernas e engatinhou para fora da casa esfumaçada, para a segurança! Ele estava sozinho no momento.

A mãe de Paul chegou em casa apenas cinco minutos depois. Ela viu as fumaças saindo pelas janelas e, quando abriu a porta da frente, a casa explodiu em chamas! Ela correu para os fundos da casa e encontrou Paul engatinhando para fora, para o quintal dos fundos. Quando ela perguntou, mais tarde, como ele sabia que deveria engatinhar para fora usando o ar bom que fica próximo ao chão, ele respondeu que os bombeiros na escola tinham lhe ensinado a fazer assim.

Os bombeiros tinham dado a Paul as instruções corretas. Mas, tão importante quanto isso, era que Paul tivesse ouvido com atenção e seguido aquelas instruções. A melhor instrução não pode ajudar e não a seguirmos.

Deus tem algumas instruções para nós: "Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa" (Atos 16:31)

Se seguirmos as instruções de Deus, temos Sua promessa: "O que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora." (João 6:37)

E você, está seguro?


Fonte: Messages of God's Love (2001)

dade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

João 14:6
Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

João 14:6
Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

João 14:6
Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

João 14:6
Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

João 14:6
Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

João 14:6
Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

João 14:6
Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

João 14:6

O Mau Ladrão

(Leitura: Mateus 27:44; Lucas 23:39-43)

Vídeo:


Aos pés da cruz você encontra de tudo: religiosos, soldados, políticos, juízes, ricos e pobres, todos contra o Filho de Deus. Até o mundo do crime está ali representado pelos dois ladrões crucificados com Jesus. 700 anos antes Isaías previra que o Messias seria "contado com os transgressores".

No início os dois criminosos zombam de Jesus, mas quando um deles grita: "Você não é o Cristo? Salve-se a si mesmo e a nós!", o outro o repreende, dizendo: "Você não teme a Deus, nem estando sob a mesma sentença?" Quem é esse ladrão que de repente muda de lado?

Séculos depois alguém inventaria uma biografia para ele. Seu nome seria Dimas, ladrão e assassino perigoso, filho de um chefe de quadrilha. Porém - e agora vem a melhor parte - Dimas, que matou seus próprios irmãos, não matava velhos, mulheres e crianças, e teria ajudado a família de Jesus durante fuga para o Egito. Quem disse isso? A tradição.

Quando você lê os evangelhos não está lendo o que diz a tradição. Está lendo autores, inspirados por Deus, que relatam o que viram ou ouviram de testemunhas que ainda estavam vivas quando os textos foram escritos, copiados e lidos em todo lugar. Qualquer um poderia desmentir a história toda, caso não passasse de lenda. Se você acredita no jornal que está na banca, não há razão para duvidar dos evangelhos.

A tradição, porém, tem um caráter diferente, pois pode incluir lendas e fantasias. Religiões baseadas na tradição são cheias de misticismo, crendices e superstições, que mais servem para escravizar seus adeptos do que para libertá-los. O cristão não segue esse tipo de tradição, mas o relato dos fatos, como o próprio Pedro escreveu em sua segunda carta:

"De fato, não seguimos fábulas engenhosamente inventadas, quando lhes falamos a respeito do poder e da vinda de nosso Senhor Jesus Cristo; pelo contrário, nós fomos testemunhas oculares da sua majestade". (2 Pedro 1:16)

A tradição, que inventou uma maquiagem para aquele criminoso e o apelidou de "bom ladrão", tenta dar a ele o mérito por sua salvação. Se você chama de "bom" um criminoso, que num assalto mata apenas o pai de família, poupando a mãe, os filhos e a avó, então vá em frente, acredite na tradição.

Foi a Palavra de Jesus que transformou o coração daquele criminoso. Ele acabara de ouvir Jesus dizer: "Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem". Se aquele Jesus podia interceder pelos cruéis algozes, havia uma chance para ele também. O bandido suplica: "Jesus, lembra-te de mim quando entrares no teu Reino". Jesus responde: "Eu lhe garanto que hoje você estará comigo no paraíso". Minutos depois aquele homem estava no paraíso, não por ser um "bom ladrão", mas por ser um pecador convicto, que confiou na graça e na misericórdia de Deus.
 
M. Persona. Fonte: http://www.3minutos.net/2009/03/120-o-mau-ladrao.html

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Como Deus Me Vê a Como Ele Vê Minhas Boas Obras?

--- COMO DEUS ME VÊ E COMO ELE VÊ MINHAS BOAS OBRAS? ---

"Não há nenhum justo, nem um sequer. Não há ninguém que entenda; não há ninguém que busque a Deus. Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há NEM UM SÓ." (Romanos 3:10-12)

"Todos nós somos como o imundo, e TODAS as nossas justiças como trapo da imundícia" (Isaías 64:6)

"Porque TODOS pecaram e destituídos estão da glória de Deus" (Romanos 3:23)


--- ENTÃO COMO PODEMOS SAIR DESSA SITUAÇÃO? ---

"Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou" (Tito 3:5)

"Quem ouve a minha palavra, e CRÊ naquele que me enviou, TEM a vida eterna, e NÃO ENTRARÁ em condenação, mas PASSOU da morte para a vida." (João 5:24)

"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom (dádiva/presente) de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie." (Efésios 2:8-9)

"E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida." (Apocalipse 22:17)

"Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens." (João 10:9)

"Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo" (Atos 16:31)

"Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus"
(Romanos 8:1)


--- POR QUÊ? COMO ELE PODE ME SALVAR ASSIM? ---

”Porque Cristo padeceu UMA VEZ pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus” (1 Pedro 3:18)

 "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que TODO AQUELE que nele CRÊ não pereça, mas tenha a vida eterna."
(João 3:16)

"Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós AINDA pecadores." (Romanos 5:8)

"Ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; O CASTIGO que nos traz a paz ESTAVA SOBRE ELE, e pelas suas pisaduras fomos sarados." (Isaías 53:5)

"O sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de TODO o pecado." (1 João 1:7)

"Havendo Jesus tomado do vinagre, disse: Tudo está consumado." (João 19:30)


--- PRA MIM ISSO É RIDÍCULO, NÃO PASSA DE UMA GRANDE BOBAGEM!! NÃO PODE SER TÃO FÁCIL ASSIM!! EU PRECISO MERECER A SALVAÇÃO ---

"A palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus. Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios e aniquilarei a inteligência dos inteligentes. Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura, não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo? Visto como, na sabedoria de Deus, o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação. Porque os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria; mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus e loucura para os gregos. Mas, para os que são chamados, tanto judeus como gregos, lhes pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus. Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens." (1 Coríntios 1:18-25)

"Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim" (Mateus 7:22-23)

"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom (dádiva/presente) de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie." (Efésios 2:8-9)

"Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação" (Hebreus 2:3)

Postagens populares